domingo, 17 de abril de 2016

Liberação da pílula do câncer - Alívio e esperança para pacientes , preocupação e dúvidas para profissionais de saúde

Comercialização da fosfoetanolamina liberada em 14/04/16 .


Fosfoetanolamina , conhecida também como a pílula do câncer - Substância a qual atribui-se poder de cura para o câncer , ainda não comprovado cientificamente .
Como noticiado por diversas mídias , foi aprovada a liberação para a produção , comercialização e consumo da polêmica pílula do câncer .   

Resultado de imagem para pilula do cancer
A liberação da chamada pílula do câncer , trouxe alívio e esperança para pacientes , mas também preocupação e dúvidas para a área da saúde .

A Anvisa (Agência de Nacional de Vigilância Sanitária) , órgão que regulamenta a fabricação e distribuição de medicamentos , demonstra sua preocupação . Devido ao fato de o produto não ter sido devidamente testado , não há como fiscalizar o processo de fabricação e distribuição, nem como assegurar que a fosfoetanolamina é segura e eficaz .
O órgão estuda meios legais para derrubar esta lei , pois , trata-se de uma liberação irresponsável e perigosa aos pacientes .

Muitas são as dúvidas que envolvem a  fosfoetanolamina . Além das questões legais e éticas
mostrarem-se duvidosas , as questões práticas também permanecem obscuras .
Como uma substância não testada cientificamente , que portanto ,nem pode ser denominada medicamento , poderá ser administrada nos pacientes ? De que forma os paciente poderão obter a fosfoetanolamina? Seria seguro fazer usa dessa substância ?
Essas são apenas algumas das muitas perguntas que ainda não podem ser respondidas com absoluta certeza .

Segundo Ministério da Saúde,  o SUS (Sistema Único de Súde) não distribuirá a substância , quem quiser fazer uso dela deverá comprá-la .
A lei não prevê que seja necessária a prescrição da fosfoetanolaimina para que o paciente possa usá-la , ela exige apenas um laudo médico que comprove o diagnóstico. E há a orientação para que a prescrição médica seja feita em talonário numerado que permita o rastreamento do paciente. Assim , fica por conta do paciente a responsabilidade pelo critério de uso e dosagem .

Enquanto isso , seguem os testes que poderão esclarecer as dúvidas que rondam a liberação da polêmica "pílula do câncer" .
Segue também a esperança de cura , tão aguarda pelos pacientes que já utilizavam a substância , pelos que buscam ter acesso à ela e por todos que buscam desesperadamente por uma alternativa de tratamento para o câncer .

(Fontes da pesquisa: noticias.uol.com.br , g1.globo.com)

Nenhum comentário:

\

/




Sonhar alto

Sonhar alto
Primeiro passo para levantar voo

UM POUCO DE TUDO

UM POUCO DE TUDO
TUDO SOBRE UNHAS